homem-carro

Descrição: A intervenção artística HOMEM-CARRO foi realizada com base nos estudos prévios acerca dos estacionamentos enquanto estimuladores do uso do transporte individual dentro do contexto de pesquisa durante o Trabalho de Final de Graduação do curso de Engenharia Civil do performer Douglas Peron na Universidade Federal de Mato Grosso, em 2017, e a partir de aprofundamentos durante o período de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea na mesma Universidade.

 

A intervenção consiste em ocupar uma vaga de estacionamento com uma espécie de “ateliê de hibridização de corpos”. Durante o período de duas horas, esse espaço de 12,5 metros quadrados é usado como um ateliê ao ar livre.

A mistura de corpos, com formas humanoides e formas que remetem aos automóveis e relações de trânsito em geral, foi feita a partir das cópias (com fita adesiva) do meu corpo, de um espectador/transeunte que se dispôs a participar, de quatro pneus de carro e um cone de sinalização viária.

Concepção: Douglas Peron.