millena machado.

Millena Machado é atriz e investiga performance, corpo e teatro de formas animadas explorando as possibilidades de hibridismo nas técnicas e linguagens utilizadas, na procura de um diálogo entre objetos animáveis, movimentação corporal, o público e a rua. Desenvolve trabalhos em solo e coletividade que partem da ideia do hibridismo, nos quais corpo e objeto assumem o protagonismo da cena.

 

FORMAÇÃO 

 

- Graduação em Administração, Universidade de Cuiabá (UNIC) (2013)

- Oficina permanente com a Cia Teatro Mosaico (MT) com montagem dos espetáculos “Tribobó City” e “O Dragão Verde” de Maria Clara Machado, “Bodas de Sangue” de Federico Garcia Lorca e “Coração de Maria” de Sandro Lucose a nível estudantil com Grupo Teatro de Brinquedo. (2006 a 2009)

- Oficina de Dramaturgia “Leituras em Cena” com Mônica Alvarenga (RJ) (2010)

- Oficina de Dramaturgia com Maira Jeannise (MT) (2011)

- Oficina de Cenografia com Rosana Schmitt (SC) (2011)

- Oficina de manipulação com João Araújo, Grupo Morpheus Teatro (SP) (2015)

- Oficina de Teatro Lambe-Lambe com Ismine Lima (BA) (2015)

- Oficina de marionete com Carlão dos Bonecos (MT) (2015)

- Residência de Criação e Confecção de Boneco em Miniatura com Genifer Gerhardt (RS) (2016)

- Curso Corpo Habitat – Expressão e Autoralidade através do boneco com Bruno Dante (RJ) (2016)

- Ballet Clássico Cia Vôo Livre em Sesc Arsenal MT (2014 a 2016)

- Grupo de Pesquisas Corporais com Elka Victorino (MT) (2017)

- Residência Artística Territórios da Máscara realizada pelo Grupo Máscara EnCena no Vale Arvoredo com Tiche Vianna (SP) (2018)

- Oficina de Criação e Confecção de Máscara em Couro com Centro de Pesquisa da Máscara (SP) (2018)

- Acrobacias aéreas de circo com Circo Viramundo (SP) (2018)

 

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 

 

- Atuação na remontagem do espetáculo teatral “Auto da Estrela Guia” da Cia Teatro Mosaico, com direção de Sandro Lucose. (2009)

 

- Atuação na remontagem espetáculo “Sambalelê” da Cia Teatro Mosaico, com direção de Sandro Lucose, apresentado na Mostra Internacional de Teatro Infantil (MITI). (2010)

 

- Montagem do espetáculo teatral “O Pequeno Príncipe”, primeiro espetáculo a nível profissional do grupo Teatro de Brinquedo, aprovado pelo Edital da Funarte “Microprojetos da Amazônia” em 2010, utilizando bonecos de manipulação direta. (2010-2017)

 

- Atuação no espetáculo “Anjo Negro” de Nelson Rodrigues com a Cia Teatro Mosaico, direção de Sandro Lucose, com estreia em 2011 no Pavilhão das Artes (MT); apresentação na mostra oficial do Festival de Curitiba em 2011; no Teatro Cuíra em Belém (PA) em 2011; na Mostra Nacional Funarte de Dança e Teatro (MAMBEMBÃO RJ) em 2012; circulação por 35 cidades na Mostra Nacional Palco Giratório do SESC em 2012; e permaneceu em cartaz no Teatro SESC Ginástico (RJ) nos meses de novembro e dezembro de 2012.

 

- Atuação na remontagem do espetáculo “Muito Barulho Por Nada” de William Shakespeare, com direção de Sandro Lucose, pela Cia Teatro Mosaico, sendo apresentado no Palco Giratório em Cuiabá (MT). (2012)

- Montagem do espetáculo “(h)áliterários” trabalho que fez parte do projeto do Sesc Arsenal MT "Poesia, Versos e Cordas", onde poesias e contos de jovens escritores cuiabanos foram cedidos para as atrizes Millena Machado e Raquel Mützenberg para uma pesquisa em teatro físico e dança contemporânea, que resultou em uma narrativa poética e corporal. (2013)

 

- Montagem do espetáculo “Pedrinho Petrusca em: Coração de Palhaço não é de borracha”, com Grupo Teatro de Brinquedo, no projeto do Sesc “Teatro de Letrinhas”, que se transformou no Espetáculo "Voadeira no Circo" e tendo sua reestreia na Mostra Democrática FRINGE do Festival de Curitiba. (2014)

 

- Participação no projeto Contações de Histórias da Biblioteca Manoel de Barros do SESC Poconé, com o Grupo Teatro de Brinquedo, resultando um total de 16 apresentações com histórias de Monteiro Lobato e Hans Christian Andersen. (2014)

 

- Espetáculo de dança contemporânea “Em par”, um dueto com o ator-dançarino Henrique Ferreira. (2014)

 

- Espetáculo “Tudo passa”, com Grupo Teatro de Brinquedo, onde é narrado diferentes histórias e vivências de mulheres que lutaram contra o câncer de mama utilizando linguagens cênicas como sombra, projeção, movimentação corporal e improviso musical. (2014)

 

- Participação no média-metragem “Ele sempre esteve certo” de Luiz Marchetti. (2015)

 

- Estudos Uterinos 1 – Maiêutica – Um experimento cênico de formas animadas e corpo com o Grupo Teatro de Brinquedo. (2015)

 

- Espetáculo “Canto da sereia” no formato Teatro de Lambe-Lambe, concepção, direção, manipulação e produção de Millena Machado, sonoplastia de Willian Kanashiro. (2015)

 

- Performance solo “Da Lama Nasce” que surgiu de estudos de corpos híbridos iniciada em 2015 através de scketchbooks por Raquel Mützenberg e investiga um corpo híbrido habitável e mutável. (2016).

 

- Criação da intervenção “Epifânia” uma pesquisa em corpos híbridos e bonecos habitáveis iniciada na oficina “Corpo Habitat” com Bruno Dante (RJ) (2016)

 

- Experimentos cênicos com sombra, projeção, poesias e música com o COLETIVO SPECTROLAB no evento Terças Poéticas (2017)

 

- Circulação pela Mostra Sesc Palco Giratório como assistente de produção, e fotógrafa na performance “MAIÊUTICA” de Raquel Mützenberg. (2017)

 

- Participação em variados vídeos para o Canal do youtube Não Convém. (2017)

 

- Assistência de Produção para os curta-metragens: "A gente nasce só de mãe", de Caru Roelis, "Teodora Quer Dançar", de Samanta Col Debella, "Juba", de Severino Neto, "Ciranda", de Felippy Damian e Angela Coradini, e "Aquele Disco da Gal", de Juliana Curvo e Diego Baraldi. (2017)